26 de julho de 2012

» por em Destaque, Intermediário

Como fazer uma cortina em tie-dye


Utilizamos a técnica no tie-dye para trabalhar com roupas, porém camisetas e vestidos são apenas uma pequena parte das possibilidades que podemos trabalhar. Já pensou em fazer uma cortina cheia de estilo? Se uma bela cortina faz toda diferença no ambiente, o colorido típico da nossa arte dá um toque todo especial, trazendo à casa um pouco do nosso estilo e personalidade. Veja como é fácil fazer uma cortina em tie-dye.

Cortina em Tie-Dye

Uma bela cortina, feita em tie-dye! Por: Ateliê Evolução Eco (clique na imagem para acessar a loja)

Para fazer a cortina, além dos materiais básicos para tie-dye e o corante, você precisará dos materiais específicos para transformar o tecido tingido em cortina. Podem ser encontrados em qualquer loja do ramo. Os materiais são os seguintes:

Materiais para fazer a cortina

  1. Varão para cortina: O varão é a haste utilizada para a sustentar a sua cortina. O modelo mais comum é o de aço escovado forrado com madeira. Para saber qual o tamanho a ser comprado, sugiro que você adote o seguinte modelo: Largura da janela + 40cm. Valor: R$12/metro.
  2. Suporte: Além do varão, é necessário comprar também um suporte para apoiar toda a cortina. Valor: R$15
  3. Ilhós: Ilhós são os aros de metal por onde são passados a haste que irá sustentar a sua cortina. São basicamente o princípio das cortinas com argolas. Na loja você encontrará o ilhós disponível em várias cores. Compre aquele que combine com a cor do varão. Para saber quantidade de ilhoses a serem comprados, divida a largura da cortina/15. Exemplo: Para uma cortina de 1,5m, compre 10 ilhoses (sugiro comprar uns 2 a mais, para garantir). Valor: R$0,30 a unidade
  4. Entretela: A entretela é um material opcional, porém recomendado para a confecção da borda superior da cortina, que dará uma boa firmeza na parte de cima da cortina. Compre a mesma quantidade em relação a largura da cortina, com uma pequena sobra para eventuais imprevistos.

Tecido: Não tenho conhecimento do melhor tecido para cortinas tampouco encontrei alguma referência sólida sobre o assunto. No meu projeto, utilizei uma malha de algodão simples, pois era o tecido que tinha em casa no momento. Apesar do resultado ter ficado bom, na minha opinião, o bom mesmo é ir a uma loja de tecidos e ver o tipo de fibra que mais te agrada. Vale a pena lembrar que a maioria dos corantes e tintas para tie-dye são compatíveis apenas com fibras naturais, como já abordei em um post sobre tipos de tecido para tie-dye. Para calcular o tamanho de tecido a ser comprado, sugiro a seguinte proporção:

Largura do tecido: Largura da janela +30

Altura do tecido: Altura da janela + 40cm (sobra do tecido) + 30cm (borda superior)

Lave o tecido antes de realizar o tingimento.

Dedique uma manhã de sábado para ir à uma loja de tecidos e ver qual mais te agrada.

 

Com os materiais prontos e o tecido cortado, é hora de fazer o tie-dye e deixar a criatividade fluir! Na cortina que fiz para o meu quarto, fiz o desenho em formato de X, com a forma pintada de amarelo e o fundo azul. Ficou bem legal! Durante o dia a luz do sol destaca bastante os tons em amarelo, o que dá um efeito de iluminação muito legal pro ambiente. Se você ainda não sabe como fazer tingimento em tie-dye, veja os primeiros passos e aprenda a técnica!

Como aplicar a entretela e o ilhós no tecido

Vou ficar devendo as fotos desse processo para vocês. Assim que fizer uma outra cortina, atualizo esse post! Para facilitar, vou colocar abaixo um guia bem simples que encontrei no blog Apartamento Alugado e a descrição do processo abaixo (feita por mim mesmo):

  1. Dobre a extremidade superior da sua cortina de modo à criar uma faixa do tamanho da entretela. Caso você não tenha utilizado a entretela, faça uma faixa de tecido de mais ou menos 10cm de altura. Ao posicionar a entretela, passe rapidamente o ferro na temperatura baixa, para dar uma controlada na entretela a fim de que você faça a costura e fixar a entretela no tecido.
  2. Usando o próprio ilhó como molde, dê uma distância de 2 dedos da ponta da cortina, faça um circulo no tecido/entretela e corte, de modo a encaixar o ilhó “macho” nesse buraco. Em seguida encaixe a parte fêmea até ouvir um clique.
  3. Colocado o primeiro ilhó, faça o mesmo processo na outra ponta da cortina e vá aproximando os pontos, tomando como distância entre um ilhó e outro aproximadamente 15 centímetros.

Para terminar,  dobre e costure cerca de 2 centímetros a bainha inferior da cortina, para prevenir o desgaste das pontas. Fixe os suportes na parede e levante a sua cortina! Veja abaixo como ficou a cortina que fiz para o meu quarto:

Primeira experiência com cortinas. Fiz para meu próprio quarto. Ficou bacana? :)

 

Legal, não é mesmo?! Agora fico aqui no aguardo dos resultados de vocês! Mandem as fotos de suas cortinas para contato@mundotiedye.com.br ou postem em nossa página do Facebook. Vamos trocar experiências!

Paz e positividade,
Até a proxima!

  1. Sensacional!!!

  2. Com um tutorial tão bom, dá até vontade de fazer!
    Arrasou em tudo, pônei! :D

  3. Que cunha artístico! hahaa

  4. sou iniciante com Tie Dye.. qual foi o tipo de amarração dessa sua cortina? Ficou sensacional!!! Parabéns.

  5. Isac do Carmo disse:

    ficou muito linda!

  6. Quanto de corante reativo precisa em média para se fazer uma cortina?

  7. Você faz para vender também??eu amei essa cortina….

  8. Charliny Barros disse:

    qual a referencia do ilhos? o tamanho!!

Leave a Reply